Organização

Organização, dinamização e acompanhamento do programa

A Iniciativa Portugal INCoDe.2030 está estruturada como um programa integrado para Portugal, a ser dinamizado através da reunião e colaboração de competências existentes em diferentes organismos públicos e privados.

No âmbito da Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC) é promovido um “Observatório para as Competências Digitais” que, em colaboração com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), faz o acompanhamento e o reporte do desenvolvimento do programa, tendo em consideração os indicadores referidos na Figura 2 e Tabela 1. A dinamização e coordenação das ações do programa inclui os seguintes níveis:

  • Fórum Permanente para as Competências Digitais cujo objetivo é dinamizar e articular um leque alargado de atores sociais e garantir uma ampla mobilização para a iniciativa – incluindo uma conferência anual pública na qual serão expostos e comentados os relatórios de evolução por eixo, bem como apresentados casos nacionais e internacionais de sucesso e boas práticas. Ao longo do ano, poderá ainda existir um conjunto de seminários e workshops especializados e será estimulada a formação e a promoção de redes temáticas. As atividades do fórum serão dinamizadas pelo Secretariado Técnico (referido abaixo) e terá como primeiro presidente Rogério Carapuça, presidente da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC).
  • Coordenação Técnica, que será da responsabilidade dos coordenadores de eixo, cujo papel é acompanhar o desenvolvimento das atividades, com base nas informações disponibilizadas pelo Secretariado Técnico (referido abaixo) e apresentar um relatório crítico na conferência anual do Fórum. A coordenação na fase de lançamento da iniciativa será assegurada por:

    • Coordenação global
      • Pedro Guedes de Oliveira (INESC TEC; Universidade do Porto)
    • Eixo 1: Inclusão
      • Sofia Marques da Silva (Universidade do Porto)
      • José Luís Ramos (Universidade de Évora)
    • Eixo 2: Educação
      • José Vítor Pedroso (Direção Geral da Educação)
    • Eixo 3: Qualificação
      • Cristina Barros (Instituto Politécnico de Leiria)
      • Paulo Feliciano (Instituto de Emprego e Formação Profissional)
    • Eixo 4: Especialização
      • Eva Oliveira (Instituto Politécnico do Cávado e do Ave)
      • Pedro Dominguinhos (Instituto Politécnico Setúbal)
    • Eixo 5: Investigação
      • Susana Sargento (Universidade de Aveiro; Instituto de Telecomunicações
      • Rodrigo Rodrigues (INESC ID; IST, Universidade Lisboa)
  • Secretariado Técnico para as Competências Digitais, que visa acompanhar a implementação de todas as atividades planeadas e a planear, tendo por base a orientação e supervisão dos coordenadores de eixo, a quem devem fornecer todas as informações pertinentes, bem como as recomendações do Fórum Permanente para as Competências Digitais:
    • Ana Cristina Neves (FCT, Fundação para a Ciência e a Tecnologia), coordenação
    • Maria João Horta (DGE, Direção Geral da Educação)
    • Helena Duarte (IAPMEI, Agência para a Competitividade e Inovação)
    • Maria da Luz Pessoa e Costa (IEFP, Instituto de Emprego e Formação Profissional)
    • Ana Sofia Figueiredo (AMA, Agência para a Modernização Administrativa)
    • Marina Pereira (Instituto Nacional de Administração (INA), DSOI/INA)

    O apoio logístico ao funcionamento do secretariado técnico será garantido pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (DSI/FCT).

  • Coordenação política, aos níveis do Governo e da Comissão de Educação e Ciência da Assembleia da República.